Ferramentas Pessoais

Notificações
Receba notificações sobre novos relatórios e produtos. Frequência: 3-4 e-mails / mês.
Subscrições
Inscrever-se para receber os nossos relatórios (em versão em papel e/ou eletrónica) e o boletim informativo eletrónico trimestral.
Siga-nos
Twitter ícone Twitter
Facebook ícone Facebook
YouTube ícone Canal no YouTube
Logotipo RSS 'RSS Feeds'
Mais

Write to us Write to us

For the public:


For media and journalists:

Contact EEA staff
Contact the web team
FAQ

Call us Call us

Reception:

Phone: (+45) 33 36 71 00
Fax: (+45) 33 36 71 99


seguinte
anterior
itens

Saltar para conteúdo principal | Ir para navegação

Sound and independent information
on the environment

Você está aqui: Entrada / Temas / Ruído / Sobre o ruído

Sobre o ruído

O ruído ambiente afecta um grande número de europeus e é considerado pelo público como um dos maiores problemas ambientais. Pode afectar as pessoas quer a nível fisiológico quer a nível psicológico, interferindo com actividades básicas como o sono, o descanso, os estudos e a comunicação. Embora esses impactos na saúde humana sejam conhecidos há muito tempo, um recente estudo de investigação demonstra que começam a manifestar-se com níveis de ruído mais baixos do que se pensava inicialmente.

O ruído ambiente — um ruído exterior indesejado ou prejudicial — é um problema que não pára de se alastrar, quer em termos duração, quer em termos geográficos. O ruído está associado a muitas actividades humanas, mas é o ruído do tráfego rodoviário, ferroviário e aéreo que tem o impacto mais elevado. Este problema é especialmente grave para o ambiente urbano; cerca de 75 % da população europeia vive em cidades e os volumes de tráfego continuam a aumentar. As análises nacionais mostram que o número de queixas relacionadas com o ruído ambiente está a aumentar em muitos países europeus.

O facto de o ruído ambiente ser persistente e inelutável faz com que uma percentagem significativa da população esteja exposta a este problema. O Livro Verde da UE Futura Política de Ruído refere que cerca de 20 % da população da União Europeia é afectada por níveis de ruído que os peritos de saúde consideram inaceitáveis, ou seja, que podem causar incómodo, perturbação do sono e efeitos prejudiciais para a saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que cerca de 40 % da população da União Europeia é exposta a níveis de ruído de tráfego rodoviário superiores a 55 dB(A) e que mais de 30 % está exposta a níveis superiores a 55 dB(A) durante a noite.

A quantificação dos encargos resultantes das doenças associadas ao ruído ambiente constitui um desafio emergente para os decisores políticos. A exposição ao ruído leva não só a perturbações de sono, incómodo e deficiência auditiva, mas também a outros problemas de saúde como, por exemplo, perturbações cardiovasculares. Os encargos resultantes das doenças provocadas pelo ruído ambiente ainda não foi quantificado. A Organização Mundial de Saúde está a elaborar um estudo que aborda vários efeitos do ruído para a saúde.

Além disso, os impactos do ruído são potenciados quando interagem com outros factores de perturbação do ambiente, tais como a poluição atmosférica e as substâncias químicas. As áreas urbanas, onde coexiste a maior parte destes factores perturbadores, são especialmente favoráveis a esta interacção.

O ruído também tem impactos na vida selvagem. A amplitude das repercussões destes impactos a longo prazo, por exemplo, a alteração das rotas migratórias e o afastamento dos animais das suas zonas de caça e acasalamento preferidas, deve ser investigada mais aprofundadamente.

Geographical coverage

[+] Show Map

Ações do documento

Comentários

Registre-se já
Receba notificações sobre novos relatórios e produtos. Atualmente, temos 33040 assinantes. Freqüência: 3-4 e-mails por mês.
Notificações arquivo
Siga-nos
 
 
 
 
 
Agência Europeia do Ambiente (EEA)
Kongens Nytorv 6
1050 Copenhagen K
Dinamarca
Telefone: +45 3336 7100