O contexto

Página Modificado pela última vez 2016-04-19 19:32

O CONTEXTO

1 Elaboração do Relatório Sobre o Ambiente na Europa

Esta primeira parte explica como o relatório foi desenvolvido e organizado e as funções que cumpre. O âmbito, os condicionalismos, a selecção de informação e os métodos de avaliação utilizados são apresentados e comentados. O modelo do relatório (vide ilustração) mostra a sua estrutura analítica e especifica o inter-relacionamento entre a avaliação ambiental e a elaboração e a implementação das políticas.


O modelo analítico do relatório e a sua relação com a definição e implementação de políticas. A mais simples actividade humana exerce pressão sobre o ambiente, originando problemas ambientais.

2 Alterações Ambientais e Desenvolvimento Humano

Neste capítulo apresenta-se o contexto da avaliação do ambiente na Europa, num momento em que a acção humana está a alterar o ambiente mundial numa escala sem precedentes. São examinadas as interacções entre ambiente e desenvolvimento, relativamente às interferências provocadas pela acção humana nos ciclos biogeoquímicos. Os crescimentos demográfico e económico são essenciais para a compreensão das pressões induzidas pelo Homem sobre o ambiente, sendo a sustentabilidade e a capacidade de carga conceitos importantes a considerar na análise destes problemas.

A Europa contribui, frequentemente de forma contraproducente, para as alterações ambientais.

nos últimos 100 anos, a população mundial triplicou, a economia mundial cresceu 20 vezes, o consumo de combustíveis fósseis foi multiplicado por 30 e a expansão industrial foi multiplicada por 50

desde o século XVIII, foram abatidos 6 milhões de km2 das florestas mundiais - uma área superior à Europa

à escala mundial, a actividade humana produz a mesma quantidade de enxofre e de azoto que os fenómenos naturais

3 Europa: o Continente

A Europa é o segundo continente mais pequeno, ocupando pouco mais de 7% da superfície de terras do planeta. O continente está rodeado por nove grandes mares, incluindo os dois maiores mares interiores do mundo: o Mar Cáspio e o Mar Negro. O seu território inclui 46 Estados, 19 dos quais pertencem à área da União Europeia e da EFTA, 21 à Europa Central, de Leste e de Sudeste, 4 são pequenos Estados continentais e 2 pequenos territórios insulares. O continente abarca três zonas climáticas: a circumpolar, a temperada e a subtropical. Este capítulo examina-as, bem como aos factores geológicos e biogeográficos que conferem ao continente as suas características de solo e vegetação e conclui com informação sobre a utilização do solo na Europa.

a proporção do solo europeu consagrado à agricultura varia entre menos de 10% na Finlândia, Suécia e Noruega, até mais de 70% na Hungria, Irlanda, Ucrânia e Reino Unido

a cobertura florestal varia entre 6% na Irlanda até 66% na Finlândia

em cada década perdem-se 2% de terrenos agrícolas a favor da urbanização

a Europa tem uma densidade populacional 2 a 3 vezes superior à dos Estados Unidos e da África, mas apenas metade da asiática

   
 
Ações do documento
Agência Europeia do Ambiente (EEA)
Kongens Nytorv 6
1050 Copenhagen K
Dinamarca
Telefone: +45 3336 7100