Ferramentas Pessoais

Notificações
Receba notificações sobre novos relatórios e produtos. Frequência: 3-4 e-mails / mês.
Subscrições
Inscrever-se para receber os nossos relatórios (em versão em papel e/ou eletrónica) e o boletim informativo eletrónico trimestral.
Siga-nos
Twitter ícone Twitter
Facebook ícone Facebook
YouTube ícone Canal no YouTube
Logotipo RSS 'RSS Feeds'
Mais

Write to us Write to us

For the public:


For media and journalists:

Contact EEA staff
Contact the web team
FAQ

Call us Call us

Reception:

Phone: (+45) 33 36 71 00
Fax: (+45) 33 36 71 99


seguinte
anterior
itens

Saltar para conteúdo principal | Ir para navegação

Sound and independent information
on the environment

Você está aqui: Entrada / Sala de imprensa / Comunicados de imprensa / A AEA apresenta o primeiro mapa digital das alterações nas paisagens Europeias

A AEA apresenta o primeiro mapa digital das alterações nas paisagens Europeias

Mudar de idioma
O primeiro mapa digital contendo as alterações ocorridas nas paisagens da europadesde 1990 acaba de ser apresentado, permitindo aos decisores políticos retirarem lições sobre o impacte das suas acções em domínios como a agricultura,os transportes, o solo, quer da sua região, quer em domíniosmais vastos.

COMUNICADO DE IMPRENSA


Copenhaga/Bruxelas, 17 de Novembro de 2004


A AEA apresenta o primeiro mapa digital das alterações nas paisagens Europeias


O primeiro mapa digital contendo as alterações ocorridas nas paisagens da europadesde 1990 acaba de ser apresentado, permitindo aos decisores políticos retirarem lições sobre o impacte das suas acções em domínios como a agricultura,os transportes, o solo, quer da sua região, quer em domíniosmais vastos.


A Agência Europeia do Ambiente (AEA) apresentou os resultados do seu projecto Corine Land Cover (CLC) 2000 num evento de alto nível, em Bruxelas, perante representantes de vários departamentos da Comissão Europeia - nomeadamente responsáveis pela política regional, agricultura, investigação e desenvolvimento -, a Agência Espacial Europeia e os actuais e futuros países membros da AEA.


Recorrendo a uma metodologia comum, o CLC2000 consiste numa base de dados geográfica padronizado sobre a ocupação do solo na Europa para o ano 2000. Regista ainda as alterações sofridas ao longo de cerca de uma década, desde o primeiro CLC, que data dos finais dos anos 80. Ambos os produtos estão disponíveis, gratuitamente, na página da AEA.


O CLC2000, combinando uma ampla cobertura geográfica e detalhe à escala local, constitui um programa de informação sobre a cobertura do solo sem precedentes a nível mundial. O projecto abrange já 30 países e prevê-se que este número aumente em 2005.


"O Corine Land Cover 2000 ajudará os decisores políticos a optarem por melhores políticas e a planearem um futuro mais viável para a Europa", afirma a Professora Jacqueline McGlade, directora-executiva da AEA.


"Trata-se de um instrumento único, que permite avaliar a relação dinâmica entre as várias formas de utilização das nossas paisagens e os respectivos impactes e, infelizmente, os tão frequentes conflitos gerados pelas diferentes políticas, em matéria de agricultura, política regional ou transportes."


A AEA elaborou o CLC2000 a partir do IMAGE2000, um programa de captação de imagens de satélite, realizado em conjunto com o Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia. Estas foram complementadas pela captação de imagens aéreas e terrestres.


A partir do IMAGE2000, peritos de toda a Europa elaboraram mapas detalhados contendo 44 tipos diferentes de ocupação do solo, como por exemplo, "tecido urbano contínuo", "astagens" e "zonas de utilização agrícola fora dos perímetros florestais".


Espera-se que o CLC2000 venha a servir uma vasta gama de utilizadores. O CLC 1990 foi consultado por técnicos trabalhando nas mais variadas áreas, tais como a investigação, a agricultura, o planeamento físico, a silvicultura, a educação, os transportes, a demografia, o turismo, a energia e a saúde, para além da área do ambiente. A base de dados foi ainda utilizada em algumas aplicações comerciais, nomeadamente em atlas e sistemas de navegação integrados em veículos.


O CLC2000 apoiou ainda diversas políticas, nomeadamente no âmbito da protecção dos ecossistemas, biodiversidade, detecção dos impactes das alterações climáticas, avaliação de impactesno domínio da agricultura e implementação da Directiva-Quadro da Água da União Europeia. Irá igualmente apoiar a concretização das áreas-chave definidas no 6º programa de acção comunitário em matéria de ambiente.


O CLC2000 permite mostrar, por exemplo, em que zonas é verificado um agravamento da fragmentação da paisagem causada pela construção de estradas, aumentando, por conseguinte, o isolamento dos ecossistemas,colocando em perigo a sobrevivência da sua flora e fauna.


No domínio agrícola, o CLC2000 permite localizar as áreas onde se mantiveram ou intensificaram as principais alterações estruturais, tais como a conversão de pastagens em áreas com ocupação agrícola (ou vice-versa), a expansão ou redução na área de pousios ou o abandono total da actividade agrícola.


A AEA planeia proceder a uma análise minuciosa das alterações reveladas pelo CLC2000 nos próximos dois anos. D entre as conclusões iniciais destaca-se um aumento da expansão urbana durante os anos 90 em diversas regiões, incluindo Itália, Países Baixos, leste da Alemanha e Irlanda.


"A acentuada expansão urbana no leste da Alemanha alerta-nos para o que poderá acontecer à vizinha Polónia, agora que preenche os requisitos para aceder ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, caso não sejam tomadas medidas para tornar mais benigno tal desenvolvimento", afirma a Professora McGlade.


"Entretanto, podemos observar que a expansão urbana na Irlanda não tem ocorrido em torno das cidades, mas sobretudo em zonas rurais remotas,. Esta tendência de desenvolvimento económico e social poderá estar a ser incentivada pelos fundos de apoio ao desenvolvimento rural prestados no âmbito da Política Agrícola Comum da UE", acrescenta a Professora McGlade.


O CLC2000 encontra-se disponível para consulta em http://dataservice.eea.europa.eu, onde se podem igualmente consultar mapas evidenciando as alterações de uso do solo entre 1990 e 2000 em áreas seleccionadas. Os dados do IMAGE2000 podem ser consultados em http://image2000.jrc.it/.


Notas para os editores


  • O desenvolvimento do CLC2000 envolveu a participação de cerca de 300 peritos e de aproximadamente 100 organizações euroeias. O projecto orçou em cerca de13 milhões de euros e requereu o trabalho de cerca de 150 pessoas-ano.
  • O CLC2000 servirá de contributo para a iniciativa da Comissão Europeia denominada 'Inspire' (Infra-estrutura para a Informação Geográfica na Europa). Esta iniciativa tem por objectivo criar um sistemade informação geográfica consistente para apoio às políticas do ambiente, de desenvolvimento de infra-estruturas, da agricultura e da navegação marítima, entre outras. (Ver http://www.ec-gis.org/inspire).
  • O CLC2000 constitui também um contributo para a iniciativa Monitorização Global para o Ambiente e Segurança (MGAS), projecto da Comissão Europeia e da Agência Espacial Europeia, que fornecerá, a partir de 2008, informação ambiental a partir de uma combinação de sistemas de observação espaciais, aéreos e terrestres.
  • CORINE significa "Coordenação da Informação sobre o Ambiente". O programa foi criado em 1985, antes de a AEA ter sido fundada.

Sobre a AEA


A Agência Europeia do Ambiente é o principal organismo público Europeu dedicado ao fornecimento de informação fiável e independente sobre o ambiente, destinada a decisores políticos e ao público. Tendo iniciado as suas actividades em Copenhaga, em 1994, a AEA é o núcleo aglutinador da informação sobre o ambiente na Europa e da rede de observação (Eionet), uma rede de cerca de 300 organismos sediados nos diversos paíseseuropeus, que recolhe e divulga dados e informação em matéria de ambiente. Sendo um organismo da UE, a Agência está aberta a todas as nações que partilham dos seus objectivos. Conta, actualmente, com 31 países membros: os 25 Estados-Membros da UE, três países candidatos à UE (Bulgária, Roménia e Turquia), a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega. Foi já iniciado um acordo com a Suíça no sentido de esta se tornar membro. Os Estados dos Balcãs Ocidentais (Albânia, Bósnia e Herzegovina, Croácia, antiga República Jugoslava da Macedónia e Sérvia e Montenegro) são presentemente candidatos a membros da Agência.


Links


IMAGE 2000:


CLC2000:



Geographical coverage

[+] Show Map

Ações do documento

Comentários

Registre-se já
Receba notificações sobre novos relatórios e produtos. Atualmente, temos 33126 assinantes. Freqüência: 3-4 e-mails por mês.
Notificações arquivo
Siga-nos
 
 
 
 
 
Agência Europeia do Ambiente (EEA)
Kongens Nytorv 6
1050 Copenhagen K
Dinamarca
Telefone: +45 3336 7100